Manual da Compra

Os 8 melhores celulares até 1000 reais para comprar em 2019

Saindo da linha de celulares de entrada começamos a ver os modelos intermediários. Esses possuem configurações interessantes e um preço mediano, que não é caro mas também não necessariamente é o mais barato possível. São boas opções para quem quer um celular legal, com funções melhores que as básicas, que dure muito e tenha um preço mais acessível. 

Montamos uma lista com aparelhos cujo valores variam entre R$ 800 e R$ 1000. Neste valor já conseguimos encontrar opções bem interessantes que certamente você vai gostar! Como aqui são modelos intermediários, já deveremos dar uma atenção a mais para quesitos como câmera ou tela, pois são recursos que as fabricantes já começam a investir mais para ganhar público. 

Veja alguns pontos para ficar de olho na hora de escolher o seu modelo:

  • Processador e memória RAM: O processador é o coração do celular, é ele que vai ditar como os aplicativos são executados, e o quão eficiente é essa ação. Quando melhor o processador, mais desempenho você terá. A memória RAM também está diretamente ligada a isso, pois ela será responsável por ajudar o processador a conseguir executar muitas tarefas ao mesmo tempo. O recomendado para você ter um celular que dure bons anos, e escolher modelos entre 3 e 4 Gb de RAM, no mínimo.
  • Tela: Apesar das resoluções serem parecidas na maior parte dos modelos, aqui já encontramos algumas telas que se sobressaem aos celulares concorrentes. O tamanho da tela é um fator pessoal, mas fique atento na resolução que, quanto mais alta, melhor será a qualidade de imagem. O tipo de tela usado também é um fator determinante, pois uma tela AMOLED, por exemplo, possui uma qualidade de cores, contraste e até balanço de preto, melhores que uma IPS, por exemplo. 
  • Câmeras: É importante ressaltar que quantidade de MP (megapixels) não ditará a qualidade da câmera, então você deve pesquisar por fotos ou vídeos já gravados com o modelo que te interessou, para realmente avaliar se a qualidade te agrada, ou se é melhor que outra opção. A tendência do mercado é ter pelo menos duas câmeras traseiras, mas existem várias opções com três e até quatro lentes diferentes. Essas irão dar funções diferentes ao seu celular, desde uma foto comum até fotos com ângulos mais abertos, que apenas uma lente grande-angular consegue fazer. Se você é um amante da fotografia, vale dar uma atenção maior para modelos que possuem mais lentes, pois esses te darão uma versatilidade maior de fotos (claro, sempre avaliando a qualidade desses).
  • Bateria: A partir daqui já teremos processadores com tecnologias para serem bem econômicos em relação à bateria, que também depende de outros fatores para ter uma boa autonomia. Fique atento no tamanho delas e pesquise testes de duração com o modelo escolhido, pois o anseio por uma bateria duradoura é cada vez maior hoje em dia. 
  • Recursos adicionais: Recursos adicionais sempre são bem vindos! Câmeras pop-ups, leitor biométrico na tela, infravermelho para desbloqueio facial e outros, são recursos que serão usados para atrair o cliente, pois cada vez mais os celulares ficam parecidos em configurações, então são esses recursos que serão a “cereja do bolo”. 

Veja algumas indicações de celulares intermediários que preparamos para você: 

Continuar a Ler

1º - Samsung Galaxy A20

Samsung Galaxy A20

O irmão do meio da linha A da Samsung é o A20. Focado para ser um celular de entrada indo para o campo dos intermediários, este aparelho possui um diferencial para a maioria dos modelos desta faixa de preço: uma tela Super AMOLED. São 6.4 polegadas com resolução HD, sendo uma opção interessante para quem gosta de consumir vídeos e outras mídias no celular. Seu processador é um Exynos 7884, com 3 GB de RAM. Este aparelho possui 32 GB de memória interna, que pode ser expandida via cartão de memória. O A20 te duas câmeras, sendo a principal de 13 MP e a secundária com 5 MP, que é usada para fotos grande-angular. A sua câmera frontal tem 8 MP com abertura f/2.0. Ele possui leitor biométrico na parte traseira. 

  • Tela: 6.4 polegadas com resolução HD
  • Processador: Exynos 7884
  • RAM: 3 GB
  • Capacidade de memória: 32 GB
  • Câmera(s) traseira(s): 13 MP e 5 MP (grande-angular)
  • Câmeras frontal: 8 MP  
  • Bateria: 4000 mAh
Melhor Preço

2º - Redmi Note 6 Pro

Redmi Note 6 Pro

Esse modelo já foi um dos queridinhos da Xiaomi, mas com o lançamento de vários outros aparelhos, ele caiu no esquecimento por muitos, mas ainda é um ótimo celular. Ele conta com um Snapdragon 636 e versões de 3/4GB de RAM. Seu design lembra muito o do Iphone principalmente na traseira, com suas câmeras duplas (tanto na traseira quanto frontal). Sua bateria tem incríveis 4000 mAh o que consegue segurar um uso “intenso”. Ele possui leitor biométrico em sua traseira e uma tela de 6.26 polegadas, com resolução Full HD. 

  • Tela: 6.26 polegadas com resolução Full HD
  • Processador: Snapdragon 636
  • RAM: 3, 4 ou 6 Gb
  • Capacidade de memória: 32 ou 64 GB
  • Câmera(s) traseira(s): 12 MP (principal) e 5 MP (usada como sensor de profundidade)
  • Câmeras frontal: 20 MP(principal) e 2 MP (usada como sensor de profundidade)  
  • Bateria: 4000 mAh
Melhor Preço

3º - LG Q7 Plus

LG Q7 Plus

O Q7 Plus é um aparelho bonito e resistente. Ele conta com certificação militar e IP68, o que dá uma maior segurança contra quedas, água e poeira. Além disso, seu processador MediaTek MT6750S entrega uma boa experiência de uso, aliado aos 3 ou 4 Gb de RAM, dependendo da versão escolhida. Sua tela tem resolução Full HD+ de 5.5 polegadas. O aparelho também conta com leitor biométrico e uma bateria de 3000 mAh. Sua câmera traseira conta com 16 MP, enquanto a frontal possui 5 MP. Ele possui 32 ou Gb de memória interna, que pode ser expandida até 2 TB via cartão microSD. 

  • Tela: 5.5 polegadas com resolução Full HD+ 
  • Processador: MediaTek MT6750S
  • RAM: 3 ou 4 GB
  • Capacidade de memória: 32 ou 64 Gb expansível
  • Câmera(s) traseira(s): 16 MP
  • Câmeras frontal: 5 MP  
  • Bateria: 3000
Melhor Preço

4º - Xiaomi Mi A2

Xiaomi Mi A2

Grande parte dos celulares hoje chegam com interfaces personalizadas por parte dos fabricantes. Apesar de muito úteis e com funcionalidades exclusivas, muitas pessoas não gostam, e, por isso as marcas investem em modelos com Android “puro”. O Mi A2 é um exemplo disso e faz sucesso entre os fãs. Ele possui o Snapdragon 660, que é um processador bem econômico. É possível achar modelos de 4 ou 6 Gb de RAM, com variações de 32, 64 ou 128 Gb de memória interna. Ele possui uma tela de 6 polegadas com resolução Full HD, ainda com aquele notch gigante que muitos odeiam. Na traseira temos um conjunto com duas câmeras, uma de 20 MP e outra de 12 MP. De câmera frontal temos uma de 20 MP que também possui Flash. 

  • Tela: 6 polegadas com resolução Full HD
  • Processador: Snapdragon 660
  • RAM: 4 ou 6 Gb
  • Capacidade de memória: 32, 64 ou 128 GB
  • Câmera(s) traseira(s): 20 MP e 12 MP
  • Câmeras frontal: 20 MP  
  • Bateria: 3000 mAh
Melhor Preço

5º - Xiaomi Mi A3

Xiaomi Mi A3

O Mi A2 ainda é um celular com especificações dentro dos parâmetros atuais, mas a Xiaomi já tratou de lançar o Mi A3. Nesta versão temos uma tela de 6.01 polegadas, praticamente o mesmo tamanho do seu antecessor. A resolução foi diminuída para HD, o que contrariou muitos fãs, mas para compensar a empresa adotou uma tela AMOLED com melhor aproveitamento de espaço, já que usa o entalhe em formato de gota. O processador presente aqui é o Snapdragon 665, com versões de 4 ou 6 Gb de RAM. O sensor biométrico agora é integrado a tela, seguindo a tendência dos lançamentos. O Mi A3 conta com três câmeras traseiras, sendo a principal de 48 MP, a secundária de 8 MP com função grande-angular e a terceira de apenas 2 MP, que funciona como sensor de profundidade. Na câmera frontal temos incríveis 32 MP. Esse celular também tem Android “Puro”, como toda a linha A da Xiaomi. 

  • Tela: 6.01 polegadas com resolução HD
  • Processador: Snapdragon 665
  • RAM: 4 ou 6 GB de RAM
  • Capacidade de memória: 64 ou 128 Gb de RAM expansível
  • Câmera(s) traseira(s): 48 MP (Principal), 8 MP (GRande-angular) e 2 MP (sensor de profundidade)
  • Câmeras frontal: 32 MP  
  • Bateria: 4030 mAh
Melhor Preço

6º - Xiaomi Redmi Note 7

Xiaomi Redmi Note 7

O Note 7 foi um dos maiores sucessos de venda da Xiaomi. Quando ele foi lançado, era um celular sem concorrentes principalmente no mercado brasileiro, isso graças ao seu ótimo custo x benefício. Hoje ele já tem outros rivais, inclusive da própria Xiaomi, mas ainda é um aparelho muito interessante. O Note 7 possui uma tela de 6.3 polegadas com resolução Full HD e um pequeno entalhe em formato de gota. Seu processador é um Snapdragon 660, que trabalha muito bem com as três versões do aparelho (3, 4 ou 6 Gb de RAM). Ele possui modelos com 32, 64 ou 128 Gb de RAM, e essa memória pode ser expandida via cartão microSD. Na parte das câmeras temos uma lente principal de 48 MP e uma secundária de 5 MP, que é usada para sensor de profundidade. Já na parte frontal temos uma de 13 MP. Ele possui leitor biométrico, que fica na sua traseira, e uma bateria de 4000 mAh. 

  • Tela: 6.3 polegadas com resolução Full HD
  • Processador: snapdragon 660
  • RAM: 3, 4 ou 6 GB de RAM
  • Capacidade de memória: 32, 64 ou 128 Gb expansível 
  • Câmera(s) traseira(s): 48 MP e 5 MP (para sensor de profundidade)
  • Câmeras frontal: 13 MP  
  • Bateria: 4000 mAh
Melhor Preço

7º - Moto G7

Moto G7

O Moto G7 é um dos principais representantes da Motorola em celulares que deixam de ser de entrada e começam a figurar entre os intermediários. Este aparelho possui um processador Snapdragon 632 com 8 núcleos e 4 Gb de RAM. Sua tela é de 6.2 polegadas, protegida por Gorilla Glass e com resolução Full HD! São 64 Gb disponíveis para você guardar seus arquivos e esse espaço pode ser aumentado com cartão de memória. Ele conta com duas câmeras traseiras, sendo a principal de 12 MP e uma secundária de 5 MP, que é usada como sensor de profundidade. A câmera frontal possui 8 MP e conta até com recurso HDR. Ele tem 3000 mAh de bateria com carregamento rápido. Não podemos esquecer do seu leitor biométrico que é localizado na parte traseira do aparelho. 

  • Tela: 6.2 polegadas com resolução Full HD 
  • Processador: Snapdragon 632
  • RAM: 4 GB
  • Capacidade de memória: 64 Gb expansível
  • Câmera(s) traseira(s): 12 MP e 5 MP (para sensor de profundidade)
  • Câmeras frontal: 8 MP  
  • Bateria: 3000 mAh
Melhor Preço

8º - Motorola One, XT1941-3

Motorola One, XT1941-3

Ainda no segmento de celulares com Android Puro, a Motorola apresentou o Moto One. Aqui encontramos uma tela de 5.9 polegadas com resolução HD e proteção Gorilla Glass. Para processador a empresa escolheu o Snapdragon 625, com 4 GB de RAM. Só existe um modelo disponível, que é com 64 Gb de memória interna, mas essa pode ser expandida via cartão microSD. A empresa instalou duas câmeras em sua traseira, sendo a principal de 13 MP e a secundária de apenas 2 MP, funcionando como sensor de profundidade. Na parte frontal, temos uma câmera de 8 MP com abertura f/2.0. Ele tem leitor biométrico na parte traseira e uma bateria de 3000 mAh.

  • Tela: 5.9 polegadas com resolução HD 
  • Processador: Snapdragon 625
  • RAM: 4 GB
  • Capacidade de memória: 64 Gb
  • Câmera(s) traseira(s): 13 MP e 2 MP (sensor de profundidade)
  • Câmeras frontal: 8 MP  
  • Bateria: 3000 mAh
Melhor Preço

Conclusões

Entre a casa dos R$ 800 a R$ 1000 já começamos a encontrar aparelhos bem interessantes, e muitos com especificações bem parecidas. Mesmo com as oito indicações, qual é o melhor desses? Na nossa opinião, o melhor celular dos que foram mostrados aqui é o Xiaomi Mi A3. Por ter sido lançado recentemente, ele conta com um design interessante, moderno, e alguns recursos que estão chegando em aparelhos de ponta, como o leitor biométrico integrado à tela. 

Ele usa o Snapdragon 665, tem mais de 4000 mAh de bateria e uma boa quantidade de memória RAM mesmo em sua versão mais “inferior”, isso faz com que ele consiga rodar todas as aplicações atuais de forma tranquila. A cereja do bolo são suas três câmeras, que acabam sendo um fator bem interessante quando comparado a todos os concorrentes. O ponto negativo desse aparelho foi o passo para trás em sua resolução de tela, mas isso é compensado um pouco com a qualidade do AMOLED.