Manual da Compra

Review Corsair Virtuoso: o headset quase perfeito

O Corsair Virtuoso é o fone mais “simples” da linha Virtuoso. Ele é um modelo sem fio que traz iluminação RGB, som Surround 7.1 e microfone de excelente qualidade. Além desses pontos, esse headset é bem versátil e pode ser usado também com fio, tanto USB quanto a conexão de 3,5 mm. Sua qualidade sonora impressiona, já que trabalha com áudio de alta qualidade (96 KHz).

O fone gamer da Corsair ainda tem bateria para 20 horas de uso, pode ser configurado via software e traz uma estrutura super resistente. No entanto, ele decepciona em um ponto muito importante: conforto. Para quem passa o dia todo na frente do computador jogando ou trabalhando, fica quase impossível usá-lo tanto tempo sem dores na orelha.

Veja abaixo a sua ficha técnica completa e, logo em seguida, confira o review completo que preparamos do Corsair Virtuoso.

Ficha técnica do Corsair Virtuoso:

  • Tipo: Over ear
  • Drive: 50 mm
  • Impedância: 32 Ω
  • Resposta de frequência: 20 Hz a 40 KHz
  • Conectividade: Wireless Slistream (2,4 GHz), cabo USB e cabo 3,5 mm
  • Microfone: Destacável e omnidirecional
  • Construção: Estrutura em alumínio e acabamento em plástico
  • Surround 7.1: Sim
  • Bateria: Até 20 horas de uso
  • Peso: 300 gramas
  • Compatível com: PC, notebook, celulares, PS4 e PS5 no modo sem fio, outros consoles no modo com fio e dispositivos com entrada 3,5 mm
  • Extras: Áudio de 96 KHz; sensor acelerômetro; software para customização; luz RGB

O Corsair Virtuoso tem um design moderno e com luz RGB

A Corsair aposta em um visual moderno com RGB para o Virtuoso
A Corsair aposta em um visual moderno com RGB para o Virtuoso (Imagem: Divulgação/Manual da Compra)

O Corsair Virtuoso já chama a atenção logo de cara pela sua aparência moderna e sem exageros. Toda a estrutura do headset é feita em alumínio e aparenta ser extremamente resistente. Na parte lateral o acabamento é feito em plástico rígido, dividido em três peças: uma com pintura fosca, outra com pintura esmaltada e na lateral, onde fica a logo da empresa, um acabamento que parece vidro.

Essa logo na lateral do headset tem iluminação RGB que pode ser customizada via software da empresa. O Corsair Virtuoso é um fone de ouvido pesado em um primeiro momento, mas isso não se reflete no uso na cabeça, pois a forma como ele se ajusta faz com que ele pareça mais leve do que realmente é.

O Corsair Virtuoso aposta em estrutura de alumínio com peças de plástico
O Corsair Virtuoso aposta em estrutura de alumínio com peças de plástico (Imagem: Divulgação/Manual da Compra)

O Virtuoso tem microfone removível e conta com três atalhos. Um deles é a rodinha de volume, que gira infinitamente, já que o controle é digital. O outro é uma alavanca que alterna entre o modo sem fio e o modo com fio. O terceiro é o botão de silenciamento rápido do microfone, que fica inclusive no próprio componente.

O conforto do Corsair Virtuoso é o seu ponto fraco

As conchas do fone gamer da Corsair giram em 90°
As conchas do fone gamer da Corsair giram em 90°. (Imagem: Divulgação/Manual da Compra)

As “conchas” (que aqui são arredondadas) se movem para dentro, para fora e giram em 90° para qualquer um dos lados. A haste do Virtuoso possui uma espuma macia revestida de couro sintético que é bem confortável. Esse fone tem regulagem de tamanho com os níveis 2, 4, 6, 8 e 10.

Sistema de regulagem de tamanho da haste do Virtuoso
Sistema de regulagem de tamanho da haste do Virtuoso. (Imagem: Divulgação/Manual da Compra)

O Corsair Virtuoso é um fone que eu tinha muitas expectativas em relação ao conforto, e assim que o coloquei na cabeça fiquei impressionado em relação ao seu peso e maciez. Infelizmente após algumas horas de uso a pressão que o headset faz (clamp) começou a incomodar as laterais das minhas orelhas, e pouco tempo depois tive de parar de usá-lo, pois estava doendo ainda mais.

Espuma de memória com revestimento em couro sintético
Espuma de memória com revestimento em couro sintético. (Imagem: Divulgação/Manual da Compra)

Testei várias regulagens de tamanho e ângulos, mas o incômodo persistiu, o que me leva a crer que o problema está relacionado à grossura das almofadas. Pedi para a minha namorada também fazer o teste e ela teve as mesmas dores, então fui pesquisar algumas resenhas do Virtuoso e encontrei outras reclamações parecidas, inclusive em modelos posteriores a esse.

É algo desanimador, já que o fone acerta em todos os outros pontos, mas acaba pecando em um dos principais, que é o conforto. Ele foi testado por vários dias e a experiência era sempre a mesma, nas primeiras horas a sensação era maravilhosa, mas depois começava a dor na lateral da orelha.

É importante destacar que essa é a minha experiência de uso, mas talvez em pessoas com a orelha menor ele ofereça o conforto ideal para uso por várias horas, então fica ao seu critério arriscar ou não.

O áudio do Corsair Virtuoso é de excelente qualidade

O Corsair Virtuoso é excelente para jogos
O Corsair Virtuoso é excelente para jogos (Imagem: Divulgação/Manual da Compra)

Esse fone cobre uma frequência de som maior que boa parte dos headsets gamer, já que sua resposta de frequência vai de 20 Hz a 40 KHz. O áudio também tem codificação de 24 Bit com 96 KHz no modo com fio e 24 Bit com 48 KHz no modo sem fio (USB). São dados interessantes, mas para ser sincero eles pouco importam, pois, na prática, o som ainda poderia ser ruim, e felizmente não é o que acontece com o Corsair Virtuoso.

A experiência sonora é excelente e o som é bem equilibrado, com graves potentes e agudos delicados. Você vai escutar todos os detalhes do áudio e saber exatamente de onde está vindo, o que faz uma diferença grande na hora de jogar. Você pode usar o fone com som estéreo ou Surround 7.1, efeito que deixa o áudio mais “preenchido” e tridimensional.

Para músicas ele também é ótimo, mas obviamente não compete com headphones da área na mesma faixa de preço, afinal esse nem é o intuito do Virtuoso.

Software para customização do áudio e RGB

Opções de equalização do Icue
Opções de equalização do Icue (Imagem: Reprodução/Icue)

Outro ponto positivo do Corsair Virtuoso é que você pode configurar suas equalizações, então caso não goste do som de fábrica, pode alterar cada frequência manualmente, ou mesmo selecionar algumas equalizações já pré-definidas de fábrica.

O software também permite a ativação do Surround 7.1 e controle de alguns parâmetros do microfone. Um ponto importante é que essas configurações também podem ser feitas no modo sem fio, sem que o fone esteja ligado ao PC pelo USB.

Customização da luz RGB do Virtuoso
Customização da luz RGB do Virtuoso (Imagem: Reprodução/Icue)

O Icue, que é o programa usado para essas customizações, também dá a opção de configuração da luz RGB, seja de cor ou animações. Fica melhor ainda se você tiver outros periféricos da Corsair, pois consegue controlar todos pelo menos software e até colocá-los combinando com a mesma cor.

Uma dica que pode ser útil é dar uma olhada na aba de “configurações” do Icue, pois lá tem alguns itens importantes que deveriam estar expostos na aba principal do periférico selecionado. O software mostra o nível de bateria, por exemplo, mas isso só é exibido nesta aba. O lado positivo é que você pode ativar uma opção para o nível de bateria ficar visível na barra de tarefas do Windows.

Configurando o Icue para mostrar a bateria na barra de tarefas do Windows
Configurando o Icue para mostrar a bateria na barra de tarefas do Windows (Imagem: Reprodução/Icue)

Conectividade e versatilidade do Corsair Virtuoso

Cabos e dongle USB do Corsair Virtuoso
Cabos e dongle USB do Corsair Virtuoso (Imagem: Divulgação/Manual da Compra)

O Corsair Virtuoso usa a conexão sem fio de 2,4 GHz Slipstream, que garante uma latência baixa e não tem problemas de queda de sinal. Em testes feitos neste review, até os 10 metros a conexão se manteve sem interrupções, mas depois disso o áudio começa a ter alguns cortes. Caso o dongle USB não esteja conectado, ele ficará piscando sem parar para te alertar que está ligado, mas sem conexão.

Você também pode usar o headset com cabo USB, que inclusive oferece um áudio ainda melhor na teoria (não notei muitas diferenças na prática). É uma boa opção para quando a bateria acaba, já que o fone também vai carregando enquanto é usado e mantém todas as funções de Surround 7.1 e RGB ativas.

O dongle USB liga uma luz para mostrar que está conectado
O dongle USB liga uma luz para mostrar que está conectado (Imagem: Divulgação/Manual da Compra)

Uma terceira forma de usar o Corsair Virtuoso é pelo cabo de 3,5 mm, mas neste caso você perderá a luz RGB, Surround 7.1 e outros recursos do software e até mesmo o controle de volume pelo fone, já que apenas a versão XT possui um cabo com controles de volume.

Apesar desses problemas, ainda é admirável o esforço da Corsair em tornar o Virtuoso tão versátil, já que ele pode ser usado em computadores, notebooks, celulares e consoles. No PS4 e PS5 ele pode ser usado no modo sem fio, enquanto em outros videogames é necessário usá-lo com cabo.

A bateria do Corsair Virtuoso dura até 20 horas de uso

Nossos testes mostraram 18 horas de autonomia do Virtuoso
Nossos testes mostraram 18 horas de autonomia do Virtuoso (Imagem: Divulgação/Manual da Compra)

A fabricante informa que o Corsair Virtuoso tem uma bateria com duração de até 20 horas, mas, na prática ele conseguiu 18 horas de autonomia em meus testes, o que está excelente. O fato de ele poder ser usado enquanto carrega é um fator muito positivo, assim você nunca ficará sem o fone por falta de carga.

Um LED indica o nível da bateria pela cor, mas quando o fone está com pouca carga já começa a emitir sinais sonoros com certa frequência. Outro ponto positivo é que o Virtuoso desliga sozinho após inatividade, que por padrão vem programado para 10 minutos, mas é possível alterar o tempo na aba de configurações do software. Ele possui um sensor acelerômetro, então assim que você pegá-lo para colocar na cabeça, ele já ligará automaticamente.

O microfone do Corsair Virtuoso Pro entrega um som claro e sem ruídos

Microfone destacável do fone gamer da Corsair
Microfone destacável do fone gamer da Corsair (Imagem: Divulgação/Manual da Compra)

Conforme já citado no tópico de design, o microfone é destacável. Ele tem um plug mini USB e um pequeno LED na ponta, que indica quando está ativo ou desligado, e isso também pode ser configurado no software Icue. Um botão perto do seu encaixe serve para fazer o silenciamento automático.

O Corsair Virtuoso consegue captar a voz de forma clara e sem fazer mudanças de tonalidade. O cancelamento de ruídos também funciona bem, tornando-o uma excelente opção de headset tanto para uso casual quanto para fazer transmissões ao vivo, ou mesmo gravações para o Youtube, apesar de nesses casos um microfone externo ainda ser a melhor opção.

O Virtuoso tem led na ponta do seu microfone para indicar seu status
O Virtuoso tem led na ponta do seu microfone para indicar seu status (Imagem: Divulgação/Manual da Compra)

Outro ponto positivo é o microfone ser flexível e totalmente ajustável, assim você pode encontrar o melhor ângulo em relação à sua boca. Recomendo que você não o coloque muito perto, pois a alta sensibilidade pode facilmente captar sua respiração.

Caso queira ligar o retorno, basta pressionar e segurar o botão de mute que a assistente do fone irá falar “mic feedback on/off”, indicando quando o recurso está ativo ou não. É possível configurar o nível de volume do retorno no Icue.

Vale a pena comprar o Corsair Virtuoso?

O Corsair Virtuoso chega para ser um dos melhores fones sem fio para jogos do mercado, por isso não custa nada barato. No momento da publicação deste review ele pode ser encontrado a partir de R$ 1.200. A minha consideração final é que ele é o fone quase perfeito, mas o seu ponto negativo é algo que pesaria muito na minha escolha e provavelmente faria eu olhar outros modelos.

*Valor coletado no dia 07/09/2021

Não importa se o fone tem várias funções diferentes, customização via software, luz RGB ou mesmo áudio de excelente qualidade, se ele é desconfortável, pode ser que você não consiga usá-lo todo tempo que precisar, e isso acontece com o Corsair Virtuoso. Mais uma vez, não estou dando o veredito de que ele é desconfortável, mas os problemas que eu tive também aconteceram com a minha namorada, com outros consumidores e também foi relatado em outros reviews.

Fora esse problema de conforto, o Corsair Virtuoso realmente surpreende. É um fone com estrutura resistente, é bonito e tem uma excelente qualidade de áudio. Além disso, ele também é versátil, já que pode ser usado no modo sem fio, com fio via USB ou 3,5 mm. Funções extras também são um ponto forte e o software Icue fecha com chave de ouro, já que permite a personalização tanto do áudio quanto do RGB.

Pontos positivos

  • Estrutura de alumínio é resistente
  • Tem iluminação RGB configurável
  • Áudio e microfone de excelente qualidade
  • Software para customização é bem completo
  • Bateria com boa duração
  • Também pode ser usado com fio

Pontos negativos

  • É desconfortável após algumas horas de uso