Manual da Compra

Logitech G Pro é bom? Veja o review do headset gamer

Já conhecida entre as marcas de periféricos gamer, a Logitech possui a linha de equipamentos Logitech G Pro com mouse, teclado e headsets. Neste review vamos abordar justamente o fone “casual” da empresa dentro desta linha, que se chama Logitech G Pro (criativo, não?).

Comparado aos modelos mais caros da empresa, esse headset gamer é a versão “básica” que está no mercado para competir com opções intermediárias. Ele possui uma boa qualidade de construção, é confortável e tem um som acima da média, mas acaba pecando em trazer recursos “adicionais” como o Surround para competir com a concorrência.

Será que vale a pena investir no Logitech G Pro? Veja a sua ficha técnica e, logo em seguida, o nosso review completo do fone.

Ficha técnica do Logitech G Pro:

  • Tipo: Over ear
  • Drive: 50 mm
  • Impedância: 35 Ω
  • Resposta de frequência: 20 Hz a 20 KHz
  • Fio: 2 metros com plug P2 banhado a ouro + adaptador Y + placa de som USB
  • Microfone: Maleável, unidirecional e destacável
  • Construção: Haste em aço, “garfo” em alumínio e conchas com espuma de memória revestidas de couro sintético
  • Surround 7.1: Não
  • Peso: 320 gramas
  • Compatível com: Dispositivos que tenham entrada P2 ou USB

Logitech G Pro: Design e conforto

Design do fone Logitech G Pro
Design do fone Logitech G Pro. (Foto: Divulgação/Manual da Compra)

O Logitech G Pro é um headset gamer muito bonito. Ele não tem “formatos estranhos”, luz RGB ou mesmo cores fortes, mas a combinação do preto com as partes metálicas na lateral das conchas resulta em um visual moderno e, ao mesmo tempo, discreto.

O Logitech G Pro aposta em um visual moderno e minimalista
O Logitech G Pro aposta em um visual moderno e minimalista. (Foto: Divulgação/Manual da Compra)

Assim que o peguei em mãos já fiquei impressionado com a ótima qualidade de acabamento e construção que ele apresenta. Pelo peso deu para perceber que sua estrutura era de algum metal, e ao olhar na página da fabricante vi que a armação é feita em alumínio e o arco da cabeça em aço. Essa estrutura é muito flexível, por isso a força que ele faz ao se ajustar à cabeça é na medida certa, para que o fone fique firme, mas sem incomodar.

O fone gamer da Logitech tem uma estrutura bem flexível
O fone gamer da Logitech tem uma estrutura bem flexível. (Foto: Divulgação/Manual da Compra)

Por falar em incomodar, eu usei o fone por várias horas durante muitos dias e não tive nenhum problema com desconforto ou dor de cabeça. As conchas são feitas de espuma de memória e possuem revestimento em couro sintético, por isso são macias e se ajustam fácil à orelha. A haste tem sistema de regulagem e também possui uma espuma macia revestida de couro sintético costurado.

As conchas do Logitech G Pro possuem espuma de memória e revestimento em couro sintético
As conchas do Logitech G Pro possuem espuma de memória e revestimento em couro sintético. (Foto: Divulgação/Manual da Compra)

Por se encaixar tão bem à minha cabeça, pude perceber que o isolamento passivo feito pelo Logitech G Pro também é excelente. Outro ponto positivo é que é fácil de levá-lo para qualquer lugar, já que tanto o microfone quanto o cabo são destacáveis. Esse fone de ouvido só possui dois controles, um de volume e o outro para silenciar o microfone, e ambos ficam no fio.

Controle de volume e “mute” do microfone do Logitech G Pro
Controle de volume e “mute” do microfone do Logitech G Pro. (Foto: Divulgação/Manual da Compra)

Logitech G Pro: Áudio

O Logitech G Pro tem um áudio rico em detalhes e com bons graves
O Logitech G Pro tem um áudio rico em detalhes e com bons graves. (Foto: Divulgação/Manual da Compra)

Em alguns headsets eu tenho alguma dificuldade para identificar a frequência que mais se destaca, mas no Logitech G Pro é claro o quão potentes os graves são, e a melhor parte é que eles não embolam os médios e agudos. Na hora de escutar músicas eu pude ter clareza em notas do baixo ou mesmo o bumbo da bateria, inclusive descobri alguns detalhes em músicas que gosto que não percebi antes usando outros fones.

Com essa boa impressão inicial, eu já esperava algo melhor ainda nos jogos, e não fiquei decepcionado. Ele oferece um alto nível de detalhes, e em momentos que haviam barulhos de explosões, por exemplo, senti o “estrondo” a fundo no meu ouvido (de forma positiva). Mesmo sendo um headset estéreo, o Logitech G Pro faz um excelente trabalho com a localização do som, então é possível saber exatamente de onde cada barulho está vindo, algo essencial em jogos FPS.

Diferente de boa parte dos concorrentes da mesma faixa de preço, o Logitech G Pro não possui Surround 7.1, mas sinceramente? Apenas com o som estéreo ele já faz um ótimo trabalho, e se adicionar o Surround significa aumentar o preço consideravelmente por um efeito que nem é tão real assim em algumas ocasiões, acho melhor manter do jeito que está mesmo e deixar a função para outros fones da marca.

Logitech G Pro: Software

Software do Logitech G Pro
Software do Logitech G Pro. (Foto: Divulgação/Manual da Compra)

Felizmente o Logitech G Pro possui um software para configuração e equalização do áudio, então se você achar que os graves estão fortes demais, ou que faltam agudos, por exemplo, basta dar uma equalizada rápida e montar o seu próprio perfil. Você também pode habilitar o sistema de cancelamento de ruídos do microfone, ou mesmo ativar o retorno, caso queira se escutar.

É possível salvar múltiplas configurações, então quem é mais empenhado, pode montar uma para músicas, outra para jogos FPS, outra para MOBA, e salvar todas na memória interna do fone.O próprio software já faz sugestões de equalizações prontas, algumas inclusive usadas por jogadores profissionais de esports.

Logitech G Pro: Fio e conectividade

O Logitech G Pro pode ser usado em entradas P2 e USB
O Logitech G Pro pode ser usado em entradas P2 e USB. (Foto: Divulgação/Manual da Compra)

O Logitech G Pro possui um cabo principal com 2 metros, este que pode ser destacado do fone. O fio é trançado e possui dois plugs P2 banhados a ouro, sendo que a empresa ainda envia um adaptador Y para que o fone possa ser usado em computadores que possuam entradas separadas para o áudio e microfone.

Como o cabo é destacável, existem pequenas etiquetas em cada ponta ilustrando onde elas devem ser conectadas, e caso você conecte ao contrário, um dos lados do fone e o microfone não funcionarão. Por falta de atenção acabei cometendo o erro de só ignorar as etiquetas e conectei errado, então por alguns minutos eu pensei que o headset pudesse estar estragado.

O fone também pode ser usado no computador via entrada USB, já que ele possui uma placa de som. É por ela que o usuário pode aproveitar toda a qualidade sonora do Logitech G Pro, além de poder configurá-lo via software. A combinação de P2 unificado, adaptador Y e placa de som torna este fone gamer uma opção versátil, que pode ser usada em celulares, computadores, notebooks, consoles e outros dispositivos.

Logitech G Pro: Microfone

O microfone do headset da Logitech faz um bom cancelamento de ruídos
O microfone do headset da Logitech faz um bom cancelamento de ruídos. (Foto: Divulgação/Manual da Compra)

Como já citei no tópico de design, o microfone é destacável, então se você quiser usar o Logitech G Pro como um headphone, basta tirar o acessório. É um microfone flexível e que tem aquela espuma abafadora na ponta, que ajuda a controlar a sensibilidade, filtrando certos barulhos que não precisam ser escutados na comunicação, como é o caso da sua respiração.

A qualidade de áudio é bem satisfatória e o cancelamento de ruídos funciona bem, conseguindo eliminar muitos barulhos externos, seja os cliques do mouse ou “tec tec” de um teclado mecânico. Não notei alterações significativas na tonalidade da minha voz, o que também considero um ponto positivo. Usando o botão que fica no fio, é possível silenciá-lo rapidamente, função que para um headset gamer é quase que obrigatória.

Vale a pena comprar o Logitech G Pro?

O Logitech G Pro é um fone para aqueles que buscam uma boa qualidade no “básico”, mas não se importam com funções adicionais. Por exemplo, ele impressiona em qualidade de construção e é confortável, mas não possui iluminação RGB ou qualquer “design gamer”. Seu áudio é limpo e rico em detalhes, mas não possui funções de som tridimensional, seja DTS ou Surround.

A falta desses “bônus” pode incomodar alguns consumidores, já que o seu preço não é dos mais baratos, mas é importante ressaltar que ter várias funções diferentes não determinam a qualidade um periférico. Para quem não liga para essas coisas, o Logitech G Pro é sim uma excelente opção de compra.

Pontos positivos

  • Estrutura em metal
  • É muito confortável graças às conchas de espuma de memória
  • Som estéreo rico em detalhes
  • Graves são potentes
  • Microfone faz um excelente cancelamento de ruídos
  • Tem software para equalização
  • É um headset versátil

Pontos negativos

  • Sem funções extras
  • Não possui Surround 7.1