Manual da Compra

Review Corsair M55 RGB Pro: o verdadeiro mouse ambidestro

Se você já foi “enganado” com os mouses que se dizem ambidestros, o Corsair M55 RGB Pro é a escolha certa agora. Esse é o que chamamos de “ambidestro de verdade”, pois chega com botões laterais dos dois lados e um design totalmente neutro. Além disso, ele traz um acabamento bacana, RGB configurável e mostra um ótimo desempenho em jogos.

O M55 chega para ser um mouse acessível e pode ser encontrado no mercado por cerca de R$ 150. É uma opção bem completa e que custa relativamente barato, além de ser totalmente configurável via iCUE, o software da Corsair. Veja abaixo a sua ficha técnica completa e, logo em seguida, o nosso review do M55 RGB Pro.

Ficha técnica do Corsair M55 RGB Pro

  • Sensor: PMW3327
  • Aceleração máxima: não informado
  • Velocidade máxima de rastreamento: não informado
  • DPI: 12.400
  • Cabo: 1,8 metros trançado
  • Acabamento: Plástico
  • Botões adicionais: 5, sendo 2 em cada lateral e um de troca rápida de DPI
  • Pode ser configurado via software: Sim
  • Peso: 92 gramas (sem o cabo)
  • Conteúdo da caixa: mouse e manuais

O Corsair M55 RGB Pro tem design ambidestro de verdade

O Corsair M55 RGB Pro tem uma iluminação discreta
O Corsair M55 RGB Pro tem uma iluminação discreta (Foto: Divulgação/Manual)

O Corsair M55 RGB Pro tem um design neutro, podendo ser usado por destros e canhotos. Apesar de muitas fabricantes falarem que seus mouses também são ambidestros, sempre nos deparamos com os botões laterais apenas na parte esquerda, o que não acontece aqui. O M55 possui botões lados, então podemos o considerar como o “verdadeiro” mouse ambidestro.

Design ambidestro do M55
Design ambidestro do M55 (Foto: Divulgação/Manual)

No entanto, como nem tudo é perfeito, os botões do lado direito chegam sem nenhuma função habilitada, então se você for canhoto, terá que baixar o software para ativar o modo canhoto. Já no lado esquerdo, os botões chegam com a função padrão de avançar e retroceder.

O mouse possui botões nas duas laterais
O mouse possui botões nas duas laterais (Foto: Divulgação/Manual)

Voltando ao design, o Corsair M55 RGB Pro é um mouse pequeno e não muito pesado (92 gramas). Seu visual é bem simples, feito em plástico fosco com lateral texturizada. A iluminação RGB em dois pontos: logo da fabricante e uma pequena parte acima do botão de troca de DPI, que serve justamente para sinalizar ao usuário qual “perfil” está ativado.

Lateral texturizada do M55
Lateral texturizada do M55 (Foto: Divulgação/Manual)

Ao todo são oito botões para o M55 RGB Pro: dois em cada lateral, um para troca rápida de DPI, scroll (emborrachado e texturizado) e os botões de clique. O cabo é de nylon trançado e bastante reforçado.

O plug USB do mouse da Corsair é bem reforçado
O plug USB do mouse da Corsair é bem reforçado (Foto: Divulgação/Manual)

Usabilidade do Corsair M55 RGB Pro é ideal para pegada palm

A localização dos botões faz com que o polegar os pressione sem querer com frequência
A localização dos botões faz com que o polegar os pressione sem querer com frequência (Foto: Divulgação/Manual)

O Corsair M55 RGB Pro possui três pés, sendo dois pequenos e um largo na parte inferior. A combinação faz o mouse deslizar super bem, e por mais que em certos momentos o cabo possa ter feito ele apresentar uma pequena resistência, não é nada que seja um problema. O clique dos botões também é bem sólido e confortável, e a fabricante afirma que os switches Omron usados duram 50 milhões de cliques.

O M55 tem a parte traseira um pouco mais larga, e isso faz com que ele fique muito confortável principalmente para pegada palm, em que a palma da sua mão fica em um perfeito contato com o periférico. No entanto, os botões laterais ficam muito na “quina” do mouse, e isso faz com que constantemente você os aperte sem querer, até se acostumar e posicionar o polegar pouco mais abaixo.

A minha mão tem 18 cm, um tamanho que considero médio, e para esse mouse a pegada palm ficou fantástica. A claw também fica muito boa e não tive problemas com a fingertip, apesar de não ser a minha preferida. Para quem tem mãos pequenas, creio que a palm e claw será ideal, mas talvez a Fingertip não fique boa. Para mãos grandes, a fingertip será a melhor e a palm deverá ficar um pouco desconfortável.

Pegadas Palm, Claw e Fingertip no M55
Pegadas Palm, Claw e Fingertip no M55 (Foto: Divulgação/Manual)

Testes com o Corsair M55 RGB Pro

O Corsair M55 RGB Pro usa o sensor PMW3327, um modelo intermediário que mostra um bom desempenho no uso para jogos. Em nossos testes ele não mostrou problemas, seja para jogar MOBA, FPS ou outros gêneros. Claro, é válido destacar que não sou nenhum jogador hardcore, então pelo menos em nível casual, o mouse se deu muito bem. O DPI pode ser configurado entre 200 e 12.400.

Testes de precisão

O teste de precisão consiste em fazer movimentos de zigue-zague com o mouse enquanto um software chamado MouseTester (v1.5) captura os movimentos. Fazendo isso por alguns segundos, o programa gera um gráfico relacionando o rastreio do mouse com os movimentos captados.

É importante ressaltar que, apesar de o programa ser usado por vários testadores, ele não tem uma acurácia de 100%, por isso pode haver pequenos erros de monitoramento.

O desenho em risco do gráfico é o movimento feito com o mouse, e as bolinhas representam o rastreio do sensor; quanto mais próximo da linha as bolinhas estiverem, mais preciso é o rastreio. Realizei o teste várias vezes e com diferentes DPIs para diminuir os possíveis “erros” de monitoramento do programa, mas os resultados foram bem semelhantes em todos.

Teste de precisão
Teste de precisão (Imagem: Reprodução/MouseTester)

O rastreamento do M55 RGB Pro foi relativamente consistente e mostrou poucas distorções. Não podemos falar que o rastreamento é perfeito, mas passa longe de ser um problema, já que nos testes práticos essas distorções não se mostraram nenhum problema.

Teste de aceleração

O teste de aceleração consiste em mover o mouse do ponto A ao B bem rápido, e depois retornar ao ponto A mais devagar. Também usamos o MouseTester (v1.5) para registrar o teste, e o resultado ideal é que o cursor volte exatamente do ponto que saiu, ou seja, em caso de problemas de aceleração, ele passaria do ponto de partida, ou terminaria antes.

Aqui os resultados também não são 100% precisos, então podemos relevar pequenas diferenças. Se o mouse passa muito do ponto inicial, chamamos de aceleração positiva, ou seja, na movimentação rápida o mouse perdeu um pouco do rastreio. Se ele termina antes do ponto inicial, significa aceleração negativa, como se o sensor tivesse captado movimentos que não foram feitos no teste.

Teste de aceleração
Teste de aceleração (Imagem: Reprodução/MouseTester)

Diferente do teste anterior, aqui o mouse teve o resultado perfeito e não apresentou nenhum tipo de distorção, o que significa que ele não rastreia mais ou menos do que o real movimento feito.

O Corsair M55 RGB Pro tem uma configuração completa via software

O software usado para configuração do mouse gamer é o iCUE, um programa que também controla outros periféricos da fabricante. A interface é intuitiva e bem moderna, então é fácil de encontrar todas as opções.

Após selecionar o mouse, você vai se deparar com quatro abas: ações, efeitos de iluminação, DPI e performance. A primeira serve para você criar macros e atribuir diferentes funções aos botões. As possibilidades são muitas e é possível criar atalhos bem trabalhos.

Aba de criação de macros no iCUE
Aba de criação de macros no iCUE (Imagem: Reprodução/ICUE)

Em efeitos de iluminação você escolhe a cor e efeitos que deseja para o RGB da logo. São 11 efeitos, cada um deles podendo ser personalizado com diferentes cores, velocidade, entre outros parâmetros.

Aba de configuração da luz RGB
Aba de configuração da luz RGB (Imagem: Reprodução/ICUE)

Em DPI você pode selecionar e configurar seis perfis de DPI pré-definidos, dessa forma basta apertar o botão superior e ir alternando entre eles. Além dos valores, é possível alterar a cor de cada perfil, o que vai te ajudar a identificar qual está selecionado. Você também pode definir o perfil padrão, aquele que será automaticamente selecionado quando você plugar o mouse em algum PC.

Aba de configuração do DPI
Aba de configuração do DPI (Imagem: Reprodução/ICUE)

Uma dica importante: clicando em configurações, você consegue habilitar o mouse para modo canhoto, o que consequentemente habilita os botões do lado direito. Além disso, também há a opção de habilitar todos os botões do periférico, bem como mudar a taxa de Polling Rate, que por padrão vem 1000 Hz.

Aba para ativar o modo canhoto, ou todos os botões de uma vez
Aba para ativar o modo canhoto, ou todos os botões de uma vez (Imagem: Reprodução/ICUE)

Você pode criar diferentes perfis com várias configurações, mas o lado negativo é que o mouse não tem memória interna, então as configurações ficam no seu PC e, caso você conecte o mouse em outro PC, elas se perdem (a não ser que você as leve em um pendrive).

Vale a pena comprar o Corsair M55 RGB Pro?

Com certeza o Corsair M55 RGB Pro é uma boa opção de compra para quem busca um mouse de boa qualidade e não deseja pagar tão caro. No momento da publicação deste review ele pode ser encontrado por R$ 150, um valor que considero bacana pela qualidade do mouse.

É um periférico com boa construção e muito confortável, principalmente para quem tem  mãos médias. Além disso, ele é um mouse ambidestro (de verdade) e traz várias opções de customização no software, recurso que atualmente é muito importante para a versatilidade dos mouses. O desempenho também não trouxe problemas, seja no uso do dia a dia ou em jogos.

Se esse mouse não te agradou, pelo mesmo valor eu considero como boas alternativas o Logitech G203, que traz uma iluminação RGB mais bem trabalhada, e o Razer Viper Mini, ideal para quem busca um mouse pequeno. Ambos foram testados e aprovados pelo Manual da Compra.

Prós:

  • Ambidestro de verdade
  • tem 8 botões configuráveis
  • Excelente para quem tem pegada palm
  • bom desempenho
  • Tem mais de 12 mil de DPI
  • Cliques consistentes
  • Pode ser configurado via software

Contras:

  • Área de RGB muito pequena
  • Botões laterais 
  • É necessário o software para ativar o modo canhoto