Manual da Compra

Os 10 melhores headsets custo-benefício em 2022

O mercado de headsets no Brasil já está gigante! Várias fabricantes entraram de cabeça no segmento e quem ganha com isso é o consumidor, que tem vários modelos a sua disposição na hora de comprar, sejam essas opções baratinhas, sem fio, com luz RGB, entre outros. No entanto, achar o melhor headset custo-benefício não é uma tarefa fácil, por isso o Manual da Compra preparou uma seleção com as 10 melhores opções para comprar em 2022.

Todos os headsets que serão citados abaixo foram testados e possuem reviews completos com suas principais características, então assim você pode conhecer mais a fundo sobre o modelo que gostar. Separamos opções para todos os gostos, com fones baratos, modelos intermediários e alguns que estão entre os melhores!

Melhor headset custo-benefício para comprar em 2022

Se você busca um headset mais baratinho, o Cooler Master CH321 é um dos melhores headsets custo-benefício do mercado. Ele possui design com LED RGB e uma ótima qualidade de som. Além disso, a empresa investiu em uma estrutura duradoura e conforto para uso por várias horas sem incômodo.

Se você puder pagar mais um pouco, recomendamos o Logitech G Pro. A Logitech caprichou na qualidade de construção dele, igual aos modelos mais caros e potentes da linha. Seu cabo é removível, assim como o microfone, então fica fácil levá-lo para qualquer lugar. Mesmo sem o Surround 7.1 o som é rico em detalhes e ainda pode ser equalizado via software.

Veja mais detalhes sobre esses e outros headsets custo-benefício logo abaixo.

Continuar a Ler

Modelo baratinho

Melhor Preço

Headset de entrada da JBL

Melhor Preço

Headset gamer baratinho com Surround 7.1

Melhor Preço

Excelente custo-benefício com RGB

Melhor Preço

Um dos melhores custo-benefício do mercado

Melhor Preço

Tem conexão USB e P2

Melhor Preço

Headset com controle de ar nas conchas

Construção robusta e muito conforto

Um dos melhores headsets gamer do mercado

1º - Redragon Scylla H901

Redragon Scylla H901

O Redragon Scylla H901 é um headset gamer barato para aqueles que estão com orçamento limitado, mas desejam ter uma experiência legal na hora de jogar. Ele possui construção em plástico e visual simplista, mas é confortável e se ajusta bem à orelha,  ficando firme na cabeça. O microfone altera um pouco a voz, mas não apresenta ruídos durante o uso para jogatinas, por exemplo.

Na hora de jogar o seu som é equilibrado e os drivers de 40 mm oferecem boa qualidade sonora, com graves bem definidos e um volume alto. Mesmo sem o Surround 7.1 é possível ter uma boa definição de áudio, mas se você já teve a oportunidade de testar um fone gamer intermediário ou de alto nível, notará uma boa diferença na qualidade de áudio.

Esse headset custo-benefício tem um plug P2 banhado a ouro com dois metros de comprimento. Ele possui uma conexão dedicada para áudio e outra para o microfone, mas é possível usá-lo em um celular ou notebook, por exemplo, graças ao adaptador Y que a empresa envia junto ao periférico.

Veja o review completo do Redragon Scylla H901.

Ficha técnica do Redragon Scylla H901:

  • Tipo: Over ear
  • Drive: 40 mm
  • Impedância: não informado
  • Resposta de frequência: não informado
  • Fio: 2 metros P2 3,5 mm (plug duplo) + adaptador para plug unificado
  • Microfone: Embutido unidirecional
  • Construção: Haste de regulagem em metal e acabamento em plástico
  • Surround 7.1: Não
  • Peso: 286 gramas
  • Compatível com: PC e dispositivos com entrada P2 3,5 mm

Pontos positivos do Redragon Scylla H901

  • É barato
  • Tem estrutura de metal
  • É confortável
  • Possui boa qualidade de som
  • Microfone embutido é uma boa alternativa para os destacáveis

Pontos negativos do Redragon Scylla H901

  • Sem funções extras
  • Acabamento de plástico parece frágil
  • Microfone sem botão de silenciamento
Melhor PreçoReview Completo

2º - JBL Quantum 100

JBL Quantum 100

Em 2020 a JBL lançou a sua linha Quantum, e entre os vários modelos temos o JBL Quantum 100, o mais barato da fabricante. Esse modelo possui construção em plástico e sem muitos detalhes, mas é confortável principalmente quando consideramos que o seu valor costuma ser na média dos R$ 200. Ele possui um microfone destacável, então você pode remover o componente e usar o Quantum 100 como headphone quando quiser.

Esse headset custo-benefício tem drivers de 40 mm e áudio de boa qualidade, oferecendo boa localização de som mesmo sem o recurso Surround. O fone JBL usa plug 3,5 mm unificado, mas o lado negativo é que a empresa não envia nenhum tipo de adaptador, então se você quiser usá-lo em um PC que possui entradas separadas, terá que comprar um extensor Y por conta própria.

Veja o review completo do JBL Quantum 100.

Ficha técnica do JBL Quantum 100:

  • Tipo: Over ear
  • Drive: 40 mm dinâmico
  • Impedância: 32 Ω
  • Resposta de frequência: 20 Hz a 20 KHz
  • Fio: Conexão para fio P3 3,5mm
  • Microfone: Direcional e destacável
  • Construção: Estrutura em alumínio, peças de plástico, conchas com espuma de memória e revestimento em couro sintético
  • Peso: 220 gramas
  • Compatível com: PC, MAC, PS4, PS5, Xbox One, Xbox Series S/X e Smartphones

Pontos positivos do JBL Quantum 100:

  • Software de configuração é bem completo
  • Qualidade do som agrada
  • É confortável
  • Boa qualidade do microfone pelo preço

Pontos negativos do JBL Quantum 100:

  • Aparenta ser frágil
  • Faz alguns “estalos” sozinho
Melhor PreçoReview Completo

3º - MotoSpeed H18

MotoSpeed H18

Com um visual um pouco mais “rebuscado”, o MotoSpeed H18 é um headset custo-benefício com recurso Surround 7.1. Ele tem uma boa qualidade para escutar músicas e jogar, sendo que o 7.1 deixa o áudio mais envolvente, melhorando a percepção de espaço de som, o que é ótimo tanto para a experiência da jogatina, quanto em jogos competitivos em que o som é importante para um bom desempenho.

No entanto, se você optar por aumentar o volume, notará um pequeno zumbido, nada que seja um problema, pois dificilmente você precisará usá-lo em um volume tão alto. Esse headset bom e barato tem conexão USB, o que acaba atrapalhando a sua versatilidade já que ele não pode ser ligado em celulares, consoles, ou qualquer outro dispositivo que tenha apenas uma entrada 3,5 mm disponível.

Seu acabamento mistura um plástico rígido e metal (na haste). Ele tem conchas grandes e com uma espuma confortável, que o deixa firme à cabeça e ainda faz um bom trabalho para isolar os ruídos externos. Seu microfone não é removível e tem uma luz que fica o tempo todo ligado, algo que pode incomodar alguns consumidores.

Veja o review completo do MotoSpeed H18.

Ficha técnica do MotoSpeed H18:

  • Tipo: Over ear
  • Drive: 50 mm
  • Impedância: Não informada pela fabricante
  • Resposta de frequência: 15 Hz a 20 KHz
  • Fio: 2,2 metros com conexão USB
  • Microfone: Maleável
  • Construção: Estrutura em alumínio e acabamento com peças de plástico
  • Surround 7.1: Sim
  • Peso: 404 gramas
  • Compatível com: PC e PS4

Pontos positivos do MotoSpeed H18:

  • É um periférico bonito
  • Bom som pelo preço do headset
  • Tem Surround 7.1
  • Construção robusta

Pontos negativos do MotorSpeed H18:

  • Não é possível desligar a luz do LED
  • Não tem botão para silenciar o microfone
  • Sem conexão de 3,5 mm
  • Sem software para configuração
Melhor PreçoReview Completo

4º - Cooler Master CH321

Cooler Master CH321

O Cooler Master CH321 nos surpreendeu bastante pelo seu custo-benefício. Sua construção combina estrutura de metal com almofadas confortáveis, e ainda tem LED RGB na lateral. As conchas grandes ajudam a abafar barulhos externos, enquanto a headband é auto-ajustável. A qualidade de áudio também não decepciona e vai agradar aqueles consumidores que adoram um bom grave.

Ele tem um cabo de 2,3 metros que é robusto e resistente, e usa o plug USB, já que ele precisa alimentar o LED RGB. O lado negativo é que isso o deixa pouco versátil, já que não pode ser usado em dispositivos com conexão P3 ou P2. O microfone é multidirecional e bem maleável, com qualidade satisfatória para uso em jogos ou mesmo na hora de participar daquela reunião. Esse com certeza é um headset custo-benefício que vale a pena dar uma atenção a mais.

Veja o review completo do Cooler Master CH321.

Ficha técnica do Cooler Master CH321:

  • Tipo: Over ear
  • Drive: 50 mm
  • Impedância: 16 Ω
  • Resposta de frequência: 20 Hz a 20 KHz
  • Fio: 2,3 metros com conexão USB
  • Microfone: Maleável e multidirecional
  • Construção: Haste em metal, acabamento de plástico e conchas de poliéster com poliuretano
  • Surround 7.1: Não
  • Peso: 348 gramas
  • Compatível com: PC, PS4, PS5 e Nintendo Switch

Pontos positivos do Cooler Master CH321

  • Tem ótima estrutura
  • É muito confortável
  • Som com boa qualidade para jogos
  • Graves são potentes
  • Microfone oferece boa qualidade de áudio
  • Tem RGB

Pontos negativos do Cooler Master CH321

  • Sem funções extras
  • RGB não é customizável
  • Por ter conexão apenas USB, é pouco versátil
  • Não tem botão de silenciamento do microfone
Melhor PreçoReview Completo

5º - Redragon Lamia H320

Redragon Lamia H320

O Redragon Lamia H320 foi o primeiro headset gamer da Redragon e oferece um excelente custo-benefício. Ele é um dos periféricos mais bonitos já testados pelo Manual da Compra, justamente pela boa escolha que a empresa fez em colocar o RGB apenas em um anel circular na concha. O Lamia H320 tem estrutura em metal e acabamento em plástico; as conchas são grandes e macias, o que favorece o conforto e isolamento passivo de ruídos.

Os alto-falantes de 40mm fornecem um som potente e com graves encorpados. Na hora de jogar o usuário pode ligar o recurso Surround 7.1 para um áudio ainda mais imersivo e rico em detalhes. Se você não gostar da equalização de fábrica, é possível fazer ajustes via software da empresa. O lado negativo deste headset custo-benefício é que a conexão USB o deixa limitado, não podendo ser usado em smartphones, por exemplo.

O software da fabricante tem uma aparência simples e até meio ultrapassada, mas oferece vários recursos de configuração, desde frequências até posições das caixas de som no Surropund 7.1; infelizmente não é possível customizar o RGB. O Redragon Lamia H320 possui um microfone flexível e tem boa qualidade, oferecendo alta sensibilidade e redução de ruídos. Pelo programa é possível dar um boost no microfone ou mesmo configurar o retorno para você escutar a própria voz.

Veja o review completo do Redragon H320.

Ficha técnica do Redragon Lamia H320:

  • Tipo: Over ear
  • Drive: 40 mm
  • Impedância: 32 Ω
  • Resposta de frequência: 20 Hz a 20 KHz
  • Fio: 2 metros com USB 2.0
  • Microfone: Maleável com sistema de mute
  • Construção: Haste de regulagem em metal e acabamento em plástico
  • Surround 7.1: Sim
  • Peso: 360 gramas
  • Compatível com: PC
  • Acompanha um suporte de headsets
  • Tem LED RGB

Pontos positivos do Redragon Lamia H320:

  • Tem um bom acabamento
  • É confortável
  • Tem LED RGB
  • Tem som Surround 7.1
  • Software para customização é completo
  • Microfone tem qualidade satisfatória

Pontos negativos do Redragon Lamia H320:

  • Não é possível customizar o RGB
  • Conexão apenas USB
Melhor PreçoReview Completo

6º - JBL Quantum 300

JBL Quantum 300

Mais um fone gamer da linha Quantum, da JBL. O Quantum 300 tem uma estrutura um pouco melhor que o Quantum 100 já citado aqui, e também é mais confortável. No entanto, o seu principal diferencial é o som com recurso Surround 7.1, que melhora a experiência para escutar músicas, jogar, assistir filmes, entre outras coisas. A empresa destaca a precisão do posicionamento das caixas virtuais, sendo possível configurá-las via app.

O software da JBL é bem completo quanto às opções de configuração, então você pode fazer ajustes no Surround 7.1, na equalização do fone e até mesmo salvar perfis. Para usar o Surround é necessário estar com o fone ligado à placa de som USB, mas você também pode usar o headset gamer no celular via plug 3,5 mm. O microfone tem boa qualidade, sistema Flip to Mute e pode ser configurado pelo software.

Veja o review completo do JBL Quantum 300.

Ficha técnica do JBL Quantum 300.

  • Tipo: Over ear
  • Drive: 50 mm dinâmico
  • Impedância: 32 Ω
  • Resposta de frequência: 20 Hz a 20 KHz
  • Fio: Conexão para fio P2 3,5 mm e placa USB
  • Microfone: Direcional e não destacável
  • Construção: Estrutura em alumínio, peças de plástico, conchas com espuma de memória e revestimento em couro sintético
  • Surround 7.1: Sim
  • Peso: 245 gramas
  • Compatível com: PC, MAC, PS4, PS4 Pro, PS5, Xbox One, Xbox Series S/X, Nintendo Switch e Smartphones

Pontos positivos do JBL Quantum 300:

  • Software de configuração é bem completo
  • Pode ser usado em diversos dispositivos
  • Tem som Surround 7.1
  • É confortável

Pontos negativos do JBL Quantum 300:

  • Aparenta ser frágil
  • Faz alguns “estalos” sozinho
  • Software ainda com alguns bugs
Melhor PreçoReview Completo

7º - HyperX Cloud Alpha S

HyperX Cloud Alpha S

Entre os modelos intermediários da HyperX temos o Cloud Alpha S, um modelo que abusa da boa construção e conforto. Toda a sua estrutura é feita em alumínio, sendo que a haste e as conchas possuem espuma memory foam e revestimento em couro sintético. É um fone que passa uma grande sensação de durabilidade, daqueles que só vão estragar quando a parte elétrica parar de funcionar.

O Cloud Alpha S possui um sistema de câmara dupla que separa as frequências e impede que elas se “embolem” durante a execução das músicas. Com o recurso Surround 7.1 ligado a experiência para jogar fica ainda melhor, já que é possível escutar até os mínimos detalhes do som. Ele também tem chaves que controlam a entrada do ar no fone, e com elas é possível alterar a intensidade dos graves de forma analógica, recurso que só vimos neste fone até então (entre todos que testamos).

O headset custo-benefício da HyperX é versátil e pode ser usado tanto em dispositivos com entrada P2 3,5 mm, quanto em portas USB, graças a sua placa de áudio. O único ponto negativo é que todos os botões de atalho ficam nesta placa, então se você for usar o Cloud Alpha S no celular, por exemplo, ficará sem os atalhos. O microfone é removível, bidirecional e tem um áudio bem limpo, sem ruídos.

Veja o review completo do HyperX Cloud Alpha S.

Ficha técnica do HyperX Cloud Alpha S:

  • Tipo: Over ear
  • Drive: 50 mm dinâmico com câmara dupla
  • Impedância: 65 Ω
  • Resposta de frequência: 13 Hz a 27 KHz
  • Fio: Conexão para fio P2 3,5 mm e placa USB
  • Microfone: Destacável com cancelamento de ruídos
  • Construção: Estrutura em alumínio, conchas com espuma memory foam e revestimento em couro sintético
  • Surround 7.1: Sim
  • Peso: 321 gramas
  • Compatível com: PC, PS4, PS4 Pro, Xbox One, Nintendo Switch e smartphones

Pontos positivos do HyperX Cloud Alpha S:

  • Áudio de boa qualidade
  • Recurso 7.1 melhora experiência em jogatinas
  • Tem sistema de alavancas para entrada de ar
  • Bom acabamento
  • É confortável

Pontos negativos do HyperX Cloud Alpha S:

  • Não tem software para configurar o fone
  • Botões de atalho apenas na placa DS
Review Completo

8º - Logitech G Pro

Logitech G Pro

A linha de periféricos G Pro da Logitech já é famosa entre os jogadores. Esse é o modelo mais “básico”, mas é uma excelente opção de custo benefício, já que é consideravelmente mais barato que os outros e tem a mesma construção e acabamento. Sua estrutura é feita em alumínio e as conchas são de espuma de memória, material macio e que se adéqua rápido às orelhas. Você pode usá-lo por horas e não terá problemas com desconforto ou dor de cabeça.

O Logitech G Pro possui um som de ótima qualidade com graves potentes e bem definidos. O fato das suas conchas serem grandes ajudam no isolamento passivo de ruídos, e ele nem precisa do Surround 7.1 para entregar uma boa gama de detalhes e ótima localização de som. Você saberá exatamente de onde o áudio está vindo, e ainda pode fazer diferentes equalizações no software da Logitech.

Esse headset custo-benefício tem cabo removível com plug P2, mas pode ser usado com a placa de som USB da fabricante, que adiciona ainda mais qualidade ao som. O microfone também é removível e não decepciona quanto a qualidade, então você não terá problema na hora de se comunicar com os amigos nos jogos.

Ficha técnica do Logitech G Pro:

  • Tipo: Over ear
  • Drive: 50 mm
  • Impedância: 35 Ω
  • Resposta de frequência: 20 Hz a 20 KHz
  • Fio: 2 metros com plug P2 banhado a ouro + adaptador Y + placa de som USB
  • Microfone: Maleável, unidirecional e destacável
  • Construção: Haste em aço, “garfo” em alumínio e conchas com espuma de memória revestidas de couro sintético
  • Surround 7.1: Não
  • Peso: 320 gramas
  • Compatível com: Dispositivos que tenham entrada P2 ou USB

Pontos positivos do Logitech G Pro

  • Estrutura em metal
  • É muito confortável graças às conchas de espuma de memória
  • Som estéreo rico em detalhes
  • Graves são potentes
  • Microfone faz um excelente cancelamento de ruídos
  • Tem software para equalização
  • É um headset versátil

Pontos negativos do Logitech G Pro

  • Sem funções extras
  • Não possui Surround 7.1
Review Completo

9º - JBL Quantum 600 Wireless

JBL Quantum 600 Wireless

O JBL Quantum 600 é uma ótima opção de headset custo-benefício sem fio para aqueles que adoram produtos com luzes RGB. Ele possui uma construção robusta, com estrutura em metal e peças feitas de plástico rígido. As espumas são macias e não esquentam mesmo em várias horas de conforto. Nas laterais ficam as luzes RGB, que inclusive podem ser customizadas via software da fabricante.

Em qualidade de áudio ele também não decepciona, já que consegue entregar um som potente e bem definido graças aos drivers de 50 mm. Outros fatores que contribuem para a boa qualidade do headset são os recursos de Surround 7.1 e DTS 2.0, ambos para som tridimensional. É possível usar o Quantum 600 tanto no modo sem fio quanto com fio, ideal para consoles e celulares.

Sua bateria dura em torno de 14 horas, tempo que é menor que o prometido pela fabricante, mas é o suficiente para jogar o dia todo. O microfone não decepciona e entrega um áudio claro e sem ruídos de fundo. Ele possui o sistema Flip to Mute e um LED vermelho para indicar quando está silenciado. É válido destacar que o fone JBL tem um software de customização bem completo, que oferece opções para configuração do áudio, microfone e também luz RGB.

Veja o review completo do JBL Quantum 600.

Ficha técnica do JBL Quantum 600:

  • Tipo: Over ear
  • Drive: 50 mm
  • Impedância: 32 Ω
  • Resposta de frequência: 20 Hz a 20 KHz
  • Fio: 1x cabo P2 e 1x cabo USB para recarga
  • Conexão sem fio: Wireless 2.4 GHz
  • Microfone: Maleável
  • Construção: Estrutura em alumínio e acabamento com peças de plástico
  • Surround 7.1: Sim
  • Bateria: Até 16 horas
  • Peso: 346 gramas
  • Compatível com: PC, Playstation (4 e 5), Xbox (One, Series S/X), Nintendo Switch, Celulares, Mac, VR, PS
  • Outras funções: Iluminação RGB, controle de som que alterna o volume do jogo ou do áudio de voz, DTS 2.0

Pontos positivos do JBL Quantum 600:

  • Construção robusta
  • Confortável
  • Tem LED RGB configurável
  • Pode ser usado com fio
  • Tem Surround 7.1 e DTS 2.0
  • Software de configuração é completo
  • Tem atalho para priorizar som do jogo ou comunicação

Pontos negativos do JBL Quantum 600:

  • Som tridimensional só funciona no PC
  • Bateria com autonomia abaixo da concorrência
  • App só funciona no Windows
  • Microfone não é destacável
Melhor PreçoReview Completo

10º - HyperX Cloud Flight S

HyperX Cloud Flight S

Um dos melhores headsets que já testamos no Manual da Compra é o HyperX Cloud Flight S. Ele não tem uma aparência extravagante como outros modelos para jogos, mas essa simplicidade é justamente o seu charme. A construção é feita em metal com acabamento de plástico. As conchas giram em 90° e são super confortáveis, então você pode usar por horas e nem lembrará que está com um fone na cabeça.

Ele possui quatro botões na lateral, e esses podem ser totalmente customizáveis no software da empresa. Aliás, um dos poucos defeitos deste headset gamer é o software não oferecer opções de customização do áudio. A bateria dura mais do que o prometido e entrega 32 horas de autonomia, com direito a suporte ao carregamento sem fio padrão Qi. A HyperX até tem uma base própria para o carregamento, mas ela tem um preço bem salgado.

O Cloud Flight S possui um som equilibrado, com médios e agudos precisos. O grave é a frequência que mais se destaca, seja em músicas, filmes ou mesmo nas explosões de jogos. Com o recurso Surround 7.1 a experiência fica ainda melhor e você irá se sentir no jogo. Esse é um dos melhores headsets custo-benefício para quem busca um modelo de alto nível.

Veja o review completo do HyperX Cloud Flight S.

Ficha técnica do HyperX Cloud Flight S:

  • Tipo: Over ear
  • Drive: 50 mm
  • Impedância: 32 Ω
  • Resposta de frequência: 10 Hz a 20 KHz
  • Fio: 1 metro (para recarga)
  • Conexão sem fio: Wireless 2,4 GHz
  • Microfone: Maleável, bidirecional e destacável
  • Construção: Estrutura em alumínio e acabamento com peças de plástico
  • Surround 7.1: Sim
  • Bateria: 30 horas com carregamento sem fio
  • Peso: 310 gramas
  • Compatível com: PC, PS4 e PS4 Pro

Pontos positivos do HyperX Cloud Flight S:

  • Som de boa qualidade
  • Tem Surround 7.1
  • Confortável
  • Botões customizáveis
  • Microfone removível
  • Bateria que dura mais do que o prometido
  • Tem carregamento sem fio

Pontos negativos do HyperX Cloud Flight S:

  • Base de carregamento sem fio é cara
  • Software não oferece opção de equalização
  • Não tem cabo 3,5 mm
Review Completo

Conclusões

Como dissemos, todos os modelos acima foram testados aqui no Manual da Compra, por isso possuem o nosso "aval" de qualidade. No entanto, existem outras opções de bons headsets no mercado que não entraram no nosso top 10, mas mesmo assim merecem uma menção honrosa. Veja abaixo outras opções de fones para jogos: